sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Regras de Bagagem, para você que morre de medo da alfândega!


Bom, o post de hoje é para tentar acalmar o coraçãozinho de quem vai viajar e começa a suar frio só de pensar em passar na alfândega na volta. Vai pra Miami e quer fazer umas comprinhas? Não vai comprar nada mas fica com medo mesmo assim?
Vou tentar fazer um resuminho totalmente informal e independente baseado nas principais normas que regulam o assunto e das informações contidas no site na Receita Federal:

Que bens podem podem ser trazidos na minha bagagem quando voltar do exterior?
Você pode trazer tudo o que for considerado bagagem pela Receita Federal: roupas, acessórios, artigos de higiene, cremes, maquiagem, calçados. Se estes itens estiverem de acordo com a duração da sua viagem, serão considerados isentos. Se forem em quantidade maior do que o necessário para os dias que você passou no exterior, você poderá ter de pagar imposto sobre eles.
Por exemplo, se você foi passar 3 dias em Miami e trouxe, além das suas roupas usadas, 10 batons, 10 shampoos e 20 camisetas, todos novos, você pode ser tributado na volta.
Atenção:Você não poderá trazer bens para fins comerciais ou industriais, partes de automóveis, aeronaves ou embarcações. Então, se você estiver trazendo 200 camisetas da Hollister para vender, ou umas pecinhas de motor de carro, provavelmente sua mercadoria será retida pela Receita.

De quanto é a cota de isenção?
Se você trouxer bens considerados bagagem, mas em quantidade incompatível com o tempo que você passou viajando, você ainda terá direito a uma cota de isenção no valor de USD 500,00, se a viagem for de avião ou navio, ou USD 300,00 se a viagem for terrestre.

Ai, comprei mais do que isso, e agora??
Calma, nem tudo está perdido! Dirija-se ao canal ¨Bens a Declarar" da alfândega e faça a declaração de seus bens. Assim, você evita o pagamento de multa e agiliza seu atendimento. Para os bens declarados, o imposto é de 50% do que exceder a cota de isenção. Se você não declarar, a tributação somada com a multa sobe para 75%.
Para facilitar, guarde as notinhas do que você comprar. Assim, você saberá se ultrapassou a cota e o valor certinho dos bens a serem declarados.
Ah, e para facilitar mais ainda, você ainda pode fazer a declaração antes mesmo de pegar o avião de volta, pelo site da Receita.

E o meu computador, celular, tablet? 
Você pode trazer, sem pagar imposto: um celular, uma máquina fotográfica e um relógio de pulso, desde que estejam usados. Iphone 6 na caixinha sem uso paga imposto, ok? Se você comprar um celular na viagem e usar enquanto estiver fora, este celular estará isento, desde que você não tenha mais nenhum outro com você.
Não existe nenhuma regra que considere isento seu Ipad ou Notebook, então eles entram naquela regra dos USD 500,00 que está explicada aí em cima.

Quero trazer um tablet escondido no casaco e um iphone na cueca, pode?
Claro que não, né! Se você for pego você está sujeito a perder os bens, além de outras penalidades previstas na legislação

Outras dicas:

Réplica de arma de fogo não pode entrar no país, assim como armas de paintboll, de ar comprimido, ou mesmo aquelas do Piratas do Caribe que são iguaizinhas a pistolas antigas.
Mercadoria pirateada também não pode entrar, então nada de trazer bolsa Chanel do Chinatown.
Bebidas alcoólicas tem um limite de 12 litros por passageiro, e cigarros 10 maços com 20 cigarros cada (menores de idade não tem direito a estas cotas). E vale lembrar que estes produtos também entram na regra dos 500 dólares.
As cotas de dois ou mais passageiros não podem ser somadas. Se você vai com a namorada e trouxer um notebook de USD 1.000,00, ainda vai ter que pagar imposto sobre ele, mesmo que sua namorada não tenha trazido nada.
Enxoval de bebê: você que está gravidinha e quer fazer seu enxoval na Carters, fique atenta, pois o bebê que está crescendo lindo na sua barriga não tem cota, e o enxoval não é isento. Passou de USD 500,00 tem tributação.
Livros são isentos de imposto, pode trazer quantos quiser.
Alimentos também têm restrições: queijos, carnes, embutidos, presunto, nada disso pode. Para outros produtos de origem vegetal ou animal consulte o site da Vigiagro
Dinheiro em espécie: acima de R$ 10.000,00 ou o equivalente em outra moeda devem ser declarados à Receita Federal, tanto na entrada quanto na saída do país. Esta declaração também pode ser feita no site da Receita.

Bom, este é só um resuminho. Caso você tenha alguma dúvida mais específica informe-se no site da Receita Federal do Brasil. Boa viagem!!


Novo: MONTE RORAIMA!!http://awaywthebirds.blogspot.com.br/2016/02/monte-roraima-uma-viagem-inesquecivel.html




terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Chapada Diamantina - 9 dias - Parte 6

Lençóis
A última parte da nossa viagem teve como base a "metrópole" da Chapada! Lençóis é a principal cidade, lotada de pousadas, bons restaurantes e bares. É lá que a maioria dos turistas fica, saindo diariamente para todas as atrações da região.

Onde Ficar
Conseguir uma pousada por lá pode ser uma tarefa árdua nos feriados e meses de alta temporada. No nosso caso, no reveillon, foi quase impossível conseguir uma acomodação. Passei quase 1 semana ligando diariamente para muitas pousadas, e as poucas que ainda tinham vaga estavam cobrando inacreditáveis R$400,00 por noite!!
No final, conseguimos um quarto duplo na Pousada Piçarras por R$300,00 por noite (ai meu bolso...). As fotos pareciam promissoras, mas chegando lá.... que decepção!! O quarto era absurdamente quente, com um ventilador de teto que não ajudava em nada e com apenas 1 janela que dava para a área de café da manhã!! Ou seja, tivemos que escolher entre morrer de calor durante a noite ou perder completamente a nossa privacidade com todo mundo olhando para dentro do nosso quarto de manhã... Fala sério. Ah, e para piorar não tinha serviço de quarto, nem uma varridinha no chão foi dada nos 3 dias em que ficamos na pousada.
Há acomodações muito boas por lá também, portanto planeje sua viagem e reserve com antecedência. Recebemos muito boas recomendações da Estalagem do Alcino e Hotel de Lençóis. Evite ficar nas casas que as pessoas alugam. Pelo que vimos por lá é tudo muito precário. Caso não tenha opção, recomendaria mesmo ficar em outra cidade.É melhor do que pagar caro para ficar em um lugar ruim.

Atrações

Tudo que fica próximo a Lençóis é mais cheio e mais "comercial" que o restante da Chapada. Vá por mim: tirando a Cachoeira do Silêncio e a da Mixila, que não posso dizer porque não fui, não precisa de guia para nenhuma das atrações próximas a Lençóis. Na associação dos guias e nas pousadas provavelmente vão tentar fazer você ficar com medo, dizendo que as trilhas são perigosas, mas tudo o que vi lá era bem sinalizado e bem facinho de chegar.

Pratinha

É um rio de águas cristalinas que fica a uns 70 km de Lençóis. Você paga R$20,00 por pessoa para ter acesso à propriedade. Há várias atividades para você se aproveitar por lá: caiaques, tirolesa, restaurantes, lojinha de souvenir, e também há a opção de fazer uma flutuação na gruta.
Não curti muito a flutuação porque, apesar da lanterna que você leva no capacete, não dá para ver praticamente nada lá dentro. Caso você nunca tenha estado em uma caverna antes, vale pela experiência. Se não, é um pouco decepcionante. Você pode usar o seu snorkel na área de banho do rio, aí sim você verá alguns peixinhos naquela água limpinha.
Não morri de amores pela Pratinha não, talvez pelo fato de que estava muito, mas muito cheio, e a estrutura do local não estava dando conta, mas se você tiver um tempinho dê uma passadinha por lá, eu torço para que você volte com uma opinião diferente da minha :)
Ah, se estiver de carro, não vá de guia. A estrada é bem sinalizada, e seu guia não servirá para absolutamente nada no complexo, além de ficar sentado esperando você voltar para Lençóis.

Pratinha - Chapada Diamantina - Lençóis

Pratinha - Chapada Diamantina - Lençóis


Cachoeira do Mosquito

Essa sim é de encher os olhos. Para chegar a essa cachoeira, pegue estrada de Lençóis até a BR, e aí siga nessa rodovia em direção a Salvador. Quando avistar um vilarejo (é bem pertinho, não dá nem 10 minutos), você verá uma estrada de terra à esquerda, logo antes do início da vila, com um depósito de gás bem grande.
Seguindo por essa estrada de terra, você verá uma placa para a Cachoeira do Mosquito. No final dessa estrada está a entrada para a propriedade onde fica a cachoeira. Abra a porteira, pague seus R$10,00 de taxa e continue até o estacionamento que marca o início da trilha.
A trilha é fácil de seguir, bem conservada e curtinha. E no final dela, essa visão maravilhosa:

Cachoeira do Mosquito - Chapada Diamantina

Cachoeira do Mosquito - Chapada Diamantina
Cachoeira do Pai Inácio

Essa cachoeira é pequena e pouco visitada, mas é muito gostosa! Fomos no mesmo dia em que fizemos a do Mosquito, depois do almoço.
Logo ao lado do Morro do Pai Inácio, siga as placas para o Orquidário. Pare o carro no estacionamento e siga a pé pela estradinha. Você vai andar cerca de 40 minutos até a cachoeira, e vai aproveitar cada um deles. Na ida, você terá uma visão linda do Morro do Camelo, e na volta, do Morro do Pai Inácio. Leve bastante água, porque não tem muita sombra nessa caminhada.
Cachoeira do Pai Inácio - Chapada Diamantina

Morro do Camelo visto da trilha - Chapada Diamantina

Morro do Pai Inácio visto da trilha - Chapada Diamantina

Morro do Pai Inácio

Este foi o local escolhido para apreciarmos o último pôr do sol de 2014, e a escolha não poderia ter sido melhor!! A vista de lá é simplesmente de tirar o fôlego!!!!
Este cartão postal da Chapada tem 1120m de altura. Depois de subir uma boa parte de carro até o estacionamento, vem uma trilhazinha curta, mas íngreme, com cerca de 20 minutos de subida boa. De lá você terá uma visão 360º do parque, avistando desde o Morro do Camelo, de um lado,  até o Morrão, de outro. É simplesmente fantástico.
Fique atento, pois a trilha fecha às 17:00h para subida.
Vista do Morro do Pai Inácio - Chapada Diamantina

Vista do Morro do Pai Inácio - Chapada Diamantina

Pôr do Sol no Morro do Pai Inácio - Chapada Diamantina

Pôr do Sol no Morro do Pai Inácio - Chapada Diamantina


Ribeirão do Meio

Essa simpática cachoeirinha é muito legal para passar o dia. A trilha é fácil, bem conservada e bem sinalizada, com quiosques no meio do caminho para você comer um lanchinho, tomar uma água ou comprar uma lembrancinha. É um lugar muito singular, pois a água desce sobre uma rocha lisa, que vira um toboágua natural!! Isso mesmo, você escala a rocha pelo cantinho e desce escorregando. É quase um Wet'n Wild na chapada!!! kkkkk
Como tudo o que fizemos em lençóis, tivemos que passar por aquela desinformação típica de lá. Só conseguimos encontrar o início da trilha depois de perguntar para umas 5 pessoas, que nos disseram que "de jeito nenhum dava para fazer sem guia", o que nem de longe é verdade.
Para chegar lá, procure pela pousada Luar do Sertão, o início da trilha é bem ao lado. Coloquei umas setinhas na foto para ajudar você a se localizar (não ficou bonito, não reparem!).

Algumas fotos da cachoeira:


Ufa!! Essa foi nossa aventura pela Chapada! Espero que as informações ajudem no seu planejamento, A região é linda e apesar de todos os problemas, vale muito a pena conhecer! Boa sorte e boa viagem!!

Parte 1 - Ibicoara e Cachoeira do Buracão - Chapada Diamantina

Parte 2 - Poço Azul e Poço Encantado - Chapada Diamantina

Parte 3 - Museu do Garimpo e Igatu - Chapada Diamantina

Parte 4 - Cachoeira Encantada - Chapada Diamantina

Parte 5 - Vale do Capão - Cachoeira da Fumaça - Cachoeira do Riachinho - Conceição dos Gatos - Chapada Diamantina

Novo: MONTE RORAIMA!!!